Buscar

Proposta de CPI da Covid em Sergipe é rechaçada por Gualberto

O deputado estadual Francisco Gualberto (PT), vice-presidente da Assembleia Legislativa de Sergipe, não vê motivos para abertura de CPI da Covid no estado de Sergipe, como prega os integrantes da oposição ao governo. Assegura que se trata apenas de uma tentativa de vingança por causa da instalação da CPI da Covid no Senado, que aconteceu no início desta semana. “Quero lembrar a todos sobre o pedido de Bolsonaro ao senador Cajuru, que tornou público um telefonema entre eles. Ele disse: “Cajuru, é preciso incluir governadores e prefeitos nessa CPI, sob pena de não recair tudo sobre mim”. Palavras de Bolsonaro ditas num telefonema a Cajuru”, lembrou Gualberto.

Para o deputado, existe uma premeditação criminosa do presidente da República em não querer atuar no combate ao coronavírus no Brasil. E esta, segundo ele, é a grande questão que envolve bolsonaristas velados e assumidos, e que muitas vezes vestem a carapuça, mas depois vão por outros caminhos dissimulados. “Então essas CPIs que se insinuam em alguns cantos do Brasil são um atendimento a um pedido de Bolsonaro. E eu chamaria esse comportamento de ‘A vingança’. Qualquer CPI que seja nesse estilo, sem uma necessidade ou denúncia concreta, sem um delito concreto, chama-se ‘A vingança’, um atendimento ao pedido de Bolsonaro”, garante Gualberto.

O deputado defende que quem tem que ser investigado é quem premeditou ações que levam à morte e à tristeza não apenas quem está contaminado ou se contaminou com o coronavírus. “É um genocídio o que Bolsonaro fez com o Brasil, e aqui em Sergipe nós não podemos apontar essa ação para o governador Belivaldo Chagas”, sustenta. “Belivaldo tem feito, inclusive, diferente do meu pensamento, que é mais rigoroso. Mas não podemos acusá-lo nem de omissão e nem de qualquer outro delito ou crime. Ele tem feito todo trabalho possível para abrir leitos, tomado as medida de restrições, como o toque de recolher. Não fosse isso, talvez, a gente tivesse com muito mais mortes. E o prefeito de Aracaju tem acompanhado os decretos. Portanto, não são ações negacionistas, e sim de combate ao coronavírus”.

Gualberto tem certeza que a tal CPI da Covid em Sergipe não logra sucesso. No entanto, acredita que Bolsonaro está sendo atendido por pessoas que buscam misturar a questão da fome e do desemprego com a pandemia, por exemplo. “O Brasil está vivendo uma tragédia por conta de uma política bolsonarista premeditada e criminosa. E em alguns estados, alguns setores querem uma vingança atacando governadores, misturando os assuntos, fazendo cortina de fumaça para ver se esquecemos isso. Mas temos a compreensão clara e achamos que é hora de todo mundo do bem, que respeita a vida, atuar todo dia e toda hora, cada um com seu instrumento, para que cheguem mais vacinas e não haja mais a continuidade dessa premeditação assassina desse presidente”, disse o deputado. “Os que querem fazer vingança, acredito que vão ter fracasso. Pela lei natural da vida, tudo o que gente faz com má intenção, normalmente enfrenta a lei do retorno”.


Assessoria de Imprensa – Gilson Sousa – DRT 660/SE

0 comentário