Buscar

Gualberto elogia reajuste de 34% para servidores da ‘arraia miúda’


O deputado estadual Francisco Gualberto (PSD) se disse satisfeito com a aprovação do Projeto de lei 67/2022, do Poder Executivo, que garante um reajuste de 34% para algumas categorias de servidores públicos. A proposta foi apreciada e votada na sessão plenária desta terça-feira (22) na Assembleia Legislativa de Sergipe. O referido projeto aprovado pelos deputados dispõe sobre a revisão geral anual dos valores dos padrões de salário-base, subsídio ou vencimento, conforme o caso, dos empregados públicos e dos servidores públicos civis do poder executivo estadual - administração direta, autárquica e fundacional pública de direito público, e dá providências correlatas.

“Quando o governador Belivaldo anunciou que este ano teria reajuste de salários de servidores, mesmo sem falar sobre índices, fez uma coisa importante, pois há alguns anos não havia reajuste. Então, eu fui para a tribuna da Assembleia em três ocasiões e defendi uma tese de que ao conceder o reajuste, que fosse diferenciado para aqueles que o saudoso governador Marcelo Déda chamou de ‘arraia miúda’. E por coincidência ou não, não quero dizer que o governador Belivaldo me atendeu, mas houve uma coincidência de sensibilidade, e por isso uma merendeira, um vigilante, um auxiliar administrativo, ou seja, 13 mil trabalhadores terão a partir de agora um reajuste de 34%”, comemorou Gualberto.

“Na época do anúncio fiz algumas analogias mostrando que para quem ganha R$ 5 mil por mês, 10% de reajuste significa R$ 500,00; mas para quem ganha R$ 1 mil, 30% significa R$ 300,00”, lembra Francisco Gualberto. “Para quem ganha o reajuste de R$ 500,00, melhora um pouco a condição de vida em termos de remuneração, mas para aqueles que recebem um reajuste de R$ 300,00, a utilidade é comprar uma sandália melhor para o filho, um remédio, um quilo a mais de feijão ou farinha. Então me sinto bastante contemplado com esse reajuste para a famosa ‘arraia miúda’, e acho que o governador Belivaldo foi muito sensível ao fazer essa modelagem de reajuste. Lógico que isso não transforma a vida das pessoas, mas melhora em alguma coisa a vida desses servidores”, frisou o deputado.

Esse posicionamento do deputado Gualberto havia sido registrado na imprensa local nos dias 16 de novembro e 15 de dezembro de 2021. Respectivamente com as seguintes manchetes: ‘Gualberto defende proposta de reajuste salarial linear progressivo para servidores do Estado’ e ‘Gualberto espera reajuste salarial maior para os que ganham menos’. Além disso, o deputado Francisco Gualberto, quando era líder da bancada de situação no governo de Marcelo Déda, participou ativamente da construção do PCCV (Plano de Cargos e Vencimentos dos Servidores Públicos), junto com os vários sindicatos de categorias e os representantes do Estado na época.


Assessoria de Imprensa – Gilson Sousa – DRT 660/SE

Foto: Jadilson Simões/ Agência Alese

0 comentário