Buscar

Familiares de servidores públicos da saúde mortos pela covid-19 receberão pensão e seguro



Os deputados estaduais de Sergipe aprovaram um projeto de lei do Executivo considerado por Francisco Gualberto (PT) como de “extrema sensibilidade do governador Belivaldo Chagas”. Trata-se do projeto que dispõe sobre o pagamento de seguro e de pensão especial aos dependentes de profissionais da saúde que tenham atuado no combate ao covid-19 e falecido em razão disso.

Na prática, o projeto concede o seguro e pensão especial para familiares de servidores e empregados públicos efetivos, bem como para funcionários contratados pela administração estadual para atender a necessidade temporária de excepcional interesse público, garantindo benefícios financeiros em caso de morte em conseqüência da atuação no combate ao covid-19.

“Parabenizo o governador Belivaldo Chagas e sua equipe pelo envio do projeto a Alese. Inclusive vou verificar se em outros estados já existem projetos semelhantes a esse. Não tenho esse conhecimento. Se tiver, o governador acertou porque trouxe para cá algo muito bom, e se não tiver o nosso governador é um pioneiro, um vanguardista neste modelo de sensibilidade”, assegura Francisco Gualberto, dizendo que o projeto aprovado garante amparo às famílias de trabalhadores da saúde que estão na linha de frente e são diariamente expostos aos riscos de contaminação pelo coronavírus.

“Não tenho nenhuma dúvida de que todos esses profissionais de ponta que estão dentro das unidades de tratamento da covid-19 estão contemplados pela lei. Portanto, não existe a questão de que um médico da UTI irá receber o benefício e o enfermeiro ou fisioterapeuta não. Todos os profissionais de saúde estão amparados”, disse o deputado.

Assessoria de Imprensa – Gilson Sousa – DRT 660/SE

2019 Todos os direitos reservados. Equipe de comunicação de Francisco Gualberto