Buscar

Deputado cobra empenho da SSP na apuração de assassinato em Poço Redondo



O líder do governo na Assembleia Legislativa, deputado Francisco Gualberto (PT), cobrou nesta quarta-feira, 22, celeridade na elucidação do assassinato do ex-vereador do município de Poço Redondo, Claudeir dos Santos, conhecido como Pinho. Ele foi morto na tarde de ontem, 21, com vários tiros de pistola de calibre 380, quando conversava com amigos no povoado Santa Rosa do Ermírio. “Quem conhecia sabe que se tratava de um homem pacifico, desprovido de qualquer gesto grosseiro, um homem humilde”, atestou Gualberto, aliado político da vítima.

Para o deputado, trata-se de uma execução sumária e a Secretaria de Segurança Pública tem a obrigação de investigar a fundo o caso e dar uma resposta rápida à sociedade. “Não tenho dúvida de que a SSP fará essa investigação com rigor e rapidez. Trata-se de uma afronta ao Estado. Uma afronta à capacidade de reação do Estado”, definiu o deputado. “Não podemos ficar à mercê dos marginais dessa maneira. Foi uma execução em praça pública, com muitas testemunhas em volta”, disse.

O ex-vereador executado havia sido candidato a vice-prefeito de Poço Redondo na eleição do ano passado, compondo a chapa que tinha o apoio do ex-prefeito Roberto Araújo, derrotada nas urnas. “Manifesto aqui minha solidariedade aos familiares de Pinho, seus amigos e principalmente ao companheiro Roberto Araújo, que está muito abalado com o fato”, disse Francisco Gualberto, enfatizando sua cobrança à SSP para que o caso seja solucionado o mais rápido possível.

De acordo com informações preliminares da Polícia Militar, o assassinato foi cometido por dois homens ainda não identificados. Montados numa motocicleta Honda Bros de cor preta, eles abordaram a vítima na rua e efetuaram os disparos, chegando a pedir para que outras pessoas se afastassem de Pinho. O primeiro disparo atingiu a região das costas. A vítima ainda fugiu por cerca de 30 metros, mas em seguida foi alvejado diversas vezes no pescoço, rosto e cabeça e veio a óbito ainda no local. O corpo de Pinho foi enterrado hoje pela manhã em Poço Redondo e o caso será investigado pela Polícia Civil, sob o comando do delegado Élder Consentino.

Assessoria de Imprensa – Gilson Sousa


2019 Todos os direitos reservados. Equipe de comunicação de Francisco Gualberto