Buscar

Assembleia entrega título de cidadão sergipano a Ricardo Lewandowski



Em solenidade realizada no pleno do Tribunal de Justiça de Sergipe, na sexta-feira (2), a Assembleia Legislativa entregou o título de cidadão sergipano ao ministro Enrique Ricardo Lewandowski, jurista brasileiro, atual presidente do Supremo Tribunal Federal e professor titular de direito do Estado da Universidade de São Paulo. O projeto apresentado pelo deputado Francisco Gualberto, líder da bancada governista, havia sido aprovado no final do ano passado.

Além de Gualberto, participaram da solenidade no TJSE o presidente da Alese, Luciano Bispo, e os deputados Zezinho Guimarães e Georgeo Passos, responsável por fazer a leitura do decreto na hora da entrega do diploma ao ministro Lewandowski. “Hoje aqui nós entregamos o titulo de cidadão sergipano ao presidente do STF, Ricardo Lewandowski, com a compreensão de que ele tem dedicado a sua notável inteligência pessoal à nação brasileira, o seu visível conhecimento acadêmico e jurídico, e até ousaria dizer: ele tem colocado a serviço do povo brasileiro o seu bom caráter”, disse Gualberto no discurso de saudação.

Ricardo Lewandowski nasceu no Rio de Janeiro em 11 de maio de 1948, mas segundo Gualberto, é um colaborar entusiasta do judiciário sergipano. “Tenho conhecimento, através inclusive de membros do Tribunal de Justiça de Sergipe, e até do seu representante maior, o presidente Luiz Mendonça, de que o ministro Lewandovisky tem contribuído de forma bastante interessante para o bom funcionamento do TJSE”, revelou. “E digo: se o ministro contribui com empenho para que o tribunal de Sergipe funcione bem, está contribuindo com o nosso Estado e com o povo. Portanto, é mais uma razão para justificar o titulo de cidadão sergipano”.

Na mesma solenidade, que contou com as presenças de diversas autoridades políticas e jurídicas, entre elas o governador em exercício Belivaldo Chagas e o presidente do TJSE, desembargador Luiz Mendonça, o ministro recebeu também outras homenagens. A ele foi entregue a Gran Cruz da Ordem do Mérito Serigy, da Prefeitura de Aracaju; a Ordem do Mérito Aperipê, do Governo do Estado; e o Colar do Mérito Judiciário, do Tribunal de Justiça.

Após citar várias outras razões para que o ministro Lewandowski fosse agraciado com o título de cidadão sergipano, Francisco Gualberto também fez uma defesa da democracia no Brasil, da importância do entrelaçamento entre os poderes constituídos, e ainda fez uma exaltação às belezas e importância do Estado de Sergipe no cenário nacional. “Portanto, concluo dizendo que de hoje por diante tenho certeza que o ministro dirá, de forma mais particular, mais intima, mais pública ou quem sabe de todas as formas: a partir de hoje sou cidadão de um dos mais belos e importantes estados do Brasil. Sou cidadão sergipano”, disse.

Gilson Sousa – Assessoria de Imprensa – DRT – 660/SE


2019 Todos os direitos reservados. Equipe de comunicação de Francisco Gualberto