Buscar

Gualberto presta solidariedade a vereador que sofreu ameaças de policial



O deputado estadual Francisco Gualberto (PT), líder da bancada governista na Assembleia Legislativa, prestou hoje solidariedade ao vereador Emanuel Nascimento (PT), que no último final de semana foi vítima de agressões e ameaças verbais partidas de um policial militar à paisana. O caso aconteceu no restaurante de Zé do Povo, local muito frequentado no bairro Veneza, zona oeste de Aracaju.

“Ao chegar ao local, o vereador foi abordado pelo policial, que não estava fardado. Sem motivo algum, o agressor teria dito vereador não é autoridade. Autoridade era ele, que batia, prendia e matava”, relatou Gualberto, criticando a ação do policial e pedindo providências ao comando da corporação para que identifique e puna o agente.

“Conheço o vereador Emanoel Nascimento há muitos anos. Ele está no seu sétimo mandato na Câmara de Aracaju e ninguém nunca ouviu falar de um ato de violência praticado por ele”, disse Gualberto. “Não cabe a um policial agredir nem ameaçar ninguém. Ele (o policial) estava de folga, tomando sua pinga, dentro de seu direito, mas não deveria agredir ninguém. Ainda mais um vereador, que é sim uma autoridade municipal”.

Francisco Gualberto apelou ao deputado Capitão Samuel e ao Sargento Vieira, representantes dos policiais militares, que busquem informações sobre esse policial agressor e tomem algum tipo de providência também. “Peçam a ele que busque se redimir e até pedir desculpas ao vereador”, sugeriu Gualberto.

Oficialmente, a Polícia Militar, através da assessoria de comunicação, disse que aguarda a denúncia formal para abrir inquérito e investigar o caso. Segundo Emanoel Nascimento, na manhã desta terça-feira ele estará entregando ao comando da PM uma documentação na qual relata o fato e pede apuração rigorosa.

O deputado Capitão Samuel também se manifestou, prestou sua solidariedade e disse que vai acompanhar o caso. “Esse não é o policial militar que a gente defende”, garantiu ele. O presidente da Assembleia, deputado Luciano Bispo, também foi solidário ao vereador. “Emanoel é um homem de bem. Por isso me coloco à disposição como presidente da Alese e como amigo”, disse Luciano.

Assessoria de Imprensa – Gilson Sousa – DRT – 660/SE


2019 Todos os direitos reservados. Equipe de comunicação de Francisco Gualberto