Buscar

Gualberto diz que Jackson foi obrigado a parcelar salários


A oposição ao governo do Estado na Assembleia Legislativa não compreende o momento de crise financeira vivido pelo Brasil e por vários outros países do mundo que fazem parte de uma economia globalizada. Essa é a conclusão do deputado estadual Francisco Gualberto (PT), líder da bancada governista na Alese. “Sergipe não é uma ilha, e não pode estar fora dessa realidade”, admite o parlamentar.

Segundo Gualberto, o governador Jackson Barreto, em decorrência dessa crise, foi obrigado a parcelar os salários de cerca de 20% dos servidores públicos em julho. A queda no repasse do Fundo de Participação dos Estados e o déficit da previdência social são os principais fatores apontados para justificar a crise. Mesmo assim, a oposição insiste nas criticas em busca de atingir somente a administração do Estado.

“Estamos vendo hoje aqueles que detonaram o país, há 12 anos, dizendo que está havendo desmando no Brasil. Isso é difícil de engolir. Estamos sim vivendo uma dificuldade, uma crise, mas nada comparado à crise no período em que eles estavam no governo”, aponta Gualberto, citando o período em que o PSDB esteve na presidência da República. “Naquele tempo, o desemprego alcançava 22% da mão de obra ativa no país”, lembra.

Para Gualberto, a oposição, tanto no Brasil quanto em Sergipe, deixa transparecer o ódio alimentado pela elite que não se conforma com a ascensão das pessoas mais pobres. “Dá náusea ver o cinismo dos que aumentavam gasolina todo mês, agindo agora como se nada disso tivesse sido feito por eles. Eles não se conformam. Não é nem uma luta política, é ódio”, garante.

O deputado lembrou ainda que o prefeito de Aracaju, João Alves Filho (DEM), também parcelou o pagamento dos salários dos servidores em julho e seus aliados na Alese nada comentam. “Pela tese dos deputados de oposição, João Alves dividiu o salário por incompetência administrativa. Acho até que esse seria um bom mote para a campanha eleitoral dele no ano que vem”, ironizou Gualberto, avisando que nesta quarta-feira, 5, o secretário da Fazenda, Jeferson Passos, estará na Alese fazendo a prestação de contas do Estado referente ao último quadrimestre do ano.

Assessoria de Imprensa – Gilson Sousa – DRT 660/SE


2019 Todos os direitos reservados. Equipe de comunicação de Francisco Gualberto